(Bélgica) No dia 29 de Setembro de 2017, um novo projecto pastoral da Província de St. Clemens foi oficialmente iniciado em Ghent, Bélgica. É assim chamado Clemenspoort (Portal Clemens) e está situado nas instalações de um antigo mosteiro Redentorista. O edifício é constituído por um salão, recepção e bar, uma grande capela multifuncional (a Pérola), uma capela para estar aberta todo o dia (a Capela da Fonte) e salas de conferências. No terreno há também um edifício residencial, a Casa Clemens, onde uma pequena comunidade de professos Redentoristas, alguns membros associados da Província e outros leigos vivem numa espécie de complexo habitacional comunitário, uma comunidade de comunidades.

 

No Clemenspoort a comunidade de base Cristã Effatá, fundada pelo padre Guido Moons, CssR (1953-2014), está presente como um igual parceiro dos Redentoristas. Usam a capela para as suas próprias celebrações e fornecem a maior parte dos voluntários para as actividades pastorais do Clemenspoort. O lema de Clemenspoort é: celebrar - conectar - renovar.

 

 

Na abertura oficial o Provincial de St. Clemens, o padre Johannes Romelt, disse: "Será uma loucura para nós Redentoristas começar um novo projecto, construir uma nova igreja e um novo mosteiro? Neste tempo de secularização, onde à nossa volta as igrejas estão fechadas, as paróquias têm que se fundir? A resposta: como religiosos, temos que ousar experimentar, temos que seguir novas formas. Isto é - assim chamado - parte do nosso ADN; está nos nossos genes. Ao longo do tempo, as comunidades religiosas sempre fizeram isso. Para nós, também pode significar: construir uma nova casa. E acima de tudo: um novo modo de viver como uma comunidade Cristã e conseguir assim sair ao encontro das pessoas".

 

 

O padre Alberto Eseverri, vigário do superior geral padre Michael Brehl, expressou a sua gratidão e os melhores desejos também em nome do superior geral: "Este 'projecto' é agora uma realidade!" Ele abençoou também algumas pequenas cruzes feitas à mão que serão colocadas em cada um dos quartos do Clemenspoort.

 

Também houve discursos do prefeito de Ghent que enfatizou a importância da conexão, a criação de vínculos na sociedade e o reitor de Ghent, que espera uma boa cooperação com a igreja local.

 

Os dois dias após a abertura oficial foram "Open Door Days" (Dias de Portas Abertas). Mais de 1700 pessoas vieram visitar o local e participaram em visitas guiadas. Esta grande quantidade de pessoas presentes foi em parte o efeito da larga divulgação da abertura do Clemenspoort pelos meios de Comunicação Social, até mesmo em canais nacionais de rádio e televisão belgas.

 

Scala News